O locutor de rodeio e vereador de Costa Rica, Antonio Rodrigues, tinha 52 anos de idade, estava em seu primeiro mandato de legislador.

Noticia muito triste, não pelo fato de ser vereador ou uma pessoa conhecida, mas por todo o drama que envolve, a infecção com a Covid, a morte da esposa e a luta pela vida por dias em uma UTI, e ainda por deixarem órfão um filho, menor de idade. Costa Rica chega a 35 mortes causado por complicações com a Covid-19, e cada morte dessas é um grande vazio no seio familiar e de amigos.

Antonio deu entrada na Santa Casa no dia 12 de março, depois de passar pelo sistema de regulação do SUS. Para conseguir chegar a uma UTI, devido ao grande número de doentes que movimentam todos os dias aquele hospital, o vereador deu entrada pelo Pronto Socorro, ficou em uma maca no corredor para depois ter acesso a um CTI, e logo foi intubado. Foi uma luta, vencer “obstáculos”, superar certas situações. Quando ele chegou ao Pronto Socorro, ele chegou a ligar via celular para o seu sogro, Antonio Rainho fazendo um relato da situação e achando que não teria um bom atendimento. Na verdade, na Santa Casa ele assim que chegou ao CTI, teve todo o atendimento possível para especificar o bom tratamento, e aluta incansável de uma equipe médica e de enfermeiros para lhe trazer de volta a vida. Infelizmente não foi possível.

Ontem circulou na rede social, uma mensagem que dava conta que Antonio se submeteu com urgência ao procedimento de traqueostomia, que na realidade é abrir um orifício para melhorar a respiração. Ele estava com muita dificuldade para respirar, mesmo com a ajuda dos aparelhos.

O vereador Antonio Rodrigues foi eleito pelo PSDB, com mais de 700 votos na última eleição no Município de Costa Rica.

A notícia de sua morte chegou à cidade logo pela manhã de hoje, dia 01 de abril, circulando por toda a rede social.

O velório reduzido de apenas 2 horas vai ocorrer hoje em Costa Rica, e logo em seguida o seu sepultamento. fonte José Edson / João de Oliveira