Atuação de Corrêa e dos demais deputados foi destacada pelo governador Reinaldo Azambuja

Graças às decisões políticas, que passam pelo crivo da Assembleia Legislativa, as forças de Segurança Pública estão recebendo os investimentos necessários para melhor proteger o cidadão sul-mato-grossense. É o que destacou o deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Casa de Leis, durante a formatura dos 224 novos policiais civis, na segunda-feira (11).

“É dia de comemoração, e para quem começou há seis anos, estão de parabéns, com todo o empenho nessa pandemia, e isso teve início, pois houve um negócio chamado decisão política, quando em todos os lugares que íamos, o que a população pedia era Segurança Pública, e Reinaldo Azambuja teve a decisão política de investir em nossa Segurança Pública. Hoje em Mato Grosso do Sul, temos uma segurança pública de qualidade, inteligência e resolutividade, a melhor Polícia Civil do Brasil”, destacou Paulo Corrêa.

Na ocasião, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ressaltou a parceria com a Assembleia Legislativa e o trabalho de Corrêa. “Fico muito contente com o trabalho do presidente Paulo Corrêa, enquanto presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que nos deram as condições de nós estruturarmos a Segurança Pública efetiva de resolutividade, com os ótimos números e resultados que temos em Mato Grosso do Sul, na redução dos índices de criminalidade e no fortalecimento das estruturas de segurança pública”, frisou o governador.

Paraninfo da turma, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, complementou: “O presidente Paulo Corrêa, que representa a Casa de Leis, tem trabalhado muito por todo o Estado, isso é fundamental. Dirijo-me a todos os formandos, que de agora em diante vão contribuir muito para a Segurança Pública do Estado, nossa polícia civil é reconhecida em todo o País. Desejo a todos sucesso e que tenham a determinação necessária. Sou muito honrado por ser paraninfo dessa turma, podem contar comigo”, reiterou.

Secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, agradeceu aos instrutores da Acadepol, pelo momento atípico. “Os alunos já executaram os estágio em maio a pandemia, foi a primeira vez que isso aconteceu, geralmente tem a fase da academia e o estágio na sequencia, foi muita coragem do Governo do Estado nos autorizar e confiança para desempenharmos essa missão que foi um sucesso, tanto que hoje entregamos para a população de Mato Grosso do Sul, mais policiais civis”, considerou.

Curso

Os novos policiais civis integram a turma de aprovados do último concurso público para provimento de cargos da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, realizado em 2017. São 130 novos investigadores e 94 escrivães. Foram oito meses de aulas e estágio na Acadepol. Também houve estágio supervisionado nas delegacias da Capital e atividades práticas e operacionais, como tiro e defesa pessoal.

Assessoria